Você já deve saber que, quando compramos um aparelho celular na loja, a garantia do produto vem de fábrica. Mas como ela funciona e como interage com a segurança do seu smartphone? Além disso, como o seguro e a garantia do celular se diferenciam?

Neste post, você fica por dentro das diferenças, definições e variedades de serviço. Você está preparado? Então siga a leitura!

Como funciona a garantia de celular?

A verdade é que a garantia, diferentemente do seguro, protege o aparelho apenas de defeitos vindos de fábrica. Assim, você só utiliza essa garantia caso o seu telefone já tenha sido fabricado com defeito. Veja alguns exemplos de problemas que podem acompanhar o seu celular novo:

  • processador que esquenta demais;
  • celular que trava e desliga do nada;
  • memória que armazena com erros etc. 

Lembrando que, para acessar a troca do aparelho ou o conserto do celular, prometidos pela empresa, é preciso respeitar o prazo definido pela empresa fabricante e apresentar a nota fiscal do smartphone. 

E a garantia estendida, o que é?

Ao comprar um celular na loja, não é difícil de o vendedor oferecer uma possibilidade de aumentar o tempo de garantia do aparelho, chamando a prática de venda de garantia estendida. É legal entender que existem diversos tipos de garantia estendida. Veja:

  • extensão da garantia original: nela, nenhuma cobertura é retirada ou adicionada, apenas o tempo é maior;
  • extensão de garantia original ampliada: nesse caso, o tempo aumenta e as possíveis coberturas também;
  • extensão de garantia reduzida: aqui, o celular se mantém na garantia, mas algumas coberturas são retiradas.

Como funciona o seguro para celular?

Para entender como o seguro de celular funciona, devemos considerar que os aparelhos contam com a obsolescência programada. Por esse motivo, o seguro para celulares não é permanente.

Sabendo disso, podemos entender também que as seguradoras não aceitam aparelhos com mais de um ou dois anos de uso, dependendo da marca e do tipo do aparelho, e que o seguro de smartphone protege o aparelho em alguns casos. 

Quais são as proteções que o seguro para celular oferece?

Quando uma ocorrência é aberta na seguradora, uma parte do valor do smartphone é devolvida ao dono do aparelho, diante da apresentação da nota fiscal de compra. Siga a leitura para descobrir quais são as principais ocorrências que o seguro de celular pode cobrir:

  • roubo;
  • furto qualificado;
  • danos elétricos;
  • danos causados por líquidos;
  • danos físicos causados por acidente. 

Vale a pena contratar um seguro para celular?

A resposta para essa pergunta é, sem sombra de dúvidas, sim! Isso porque a gente nunca sabe o que o futuro reserva ao smartphone e, infelizmente, acidentes acontecem. Ao contar com um seguro de celular de confiança, você não precisa desembolsar o valor de um celular novo para recuperar o seu bem.

Prontinho! Agora que a sua leitura está no final, você já conhece o seguro e a garantia de celular e já domina um pouco mais o assunto. Parabéns! A nossa última dica fica por conta da contratação do seguro: lembre-se de conferir todos os detalhes do contrato e de pesquisar sobre a reputação da seguradora, combinado?

Que tal descobrir mais sobre o seguro de celulares da Kakau Seguros? Entre em contato conosco!