Dificilmente encontraremos alguém que já não tenha levado um susto com uma queda acidental do celular na piscina ou mar. O pavor de perder os contatos, dados e documentos se deve à importância que os smartphones têm na nossa vida pessoal e profissional. Quando um acidente acontece, você acaba sendo bombardeado com inúmeras dicas, mas nunca sabemos com segurança e precisão o que fazer. Por isso, neste artigo, vamos esclarecer o que fazer quando o celular cai na água e também explicaremos as melhores formas para proteger seu aparelho.

O que fazer quando o celular cai na água?

Acidentes com derramamento de líquidos e imersões acidentais sempre acontecem, principalmente no verão, durante passeios na praia. Apesar do que muitas pessoas acreditam, mesmo os celulares à prova d'água não são imunes, por isso, é sempre importante contar com alguns cuidados. A seguir, descubra as melhores estratégias para salvar seu smartphone.

Desligue o celular

Primeiramente, você deve desligar o aparelho. Caso ele ainda esteja ligado, desligue-o. Essa ação é importante para cessar a condução de eletricidade nos circuitos internos e evitar curto-circuito, choques e até mesmo explosões.

Remova a bateria

A bateria é a principal fonte de energia do seu aparelho. Ao removê-la, você garante que ela não se danifique ao contato com o líquido que possa estar dentro do celular, evitando, assim, curtos-circuitos.

Retire os componentes

Remova componentes como cartões de memória, chips e até mesmo a capinha protetora. Mas não tente desmontar o celular, a não ser que você saiba o que está fazendo. Existem muitas peças internas, como parafusos e vedações. Por isso, o desmonte adequado deve ser feito apenas por um profissional que tenha as ferramentas e os conhecimentos técnicos para isso.

Seque todos os componentes sob uma toalha

Após retirar os componentes e a bateria do celular com cuidado, coloque-os em uma toalha e espere secar. Isso é importante apenas para garantir a conservação dessas peças. A parte mais preocupante é realmente o quanto de água entrou e continua armazenada no interior do aparelho.

Cubra o celular com material que absorva umidade

Enquanto os componentes menores e a bateria secam, cubra o aparelho com um material que absorva umidade, como sílica ou arroz cru, e deixe por pelo menos um dia. A sílica é um pouco difícil de achar, mas o arroz é mais fácil.

Por que essas dicas são importantes?

Tanto a água como a umidade podem oxidar as peças e circuitos internos do aparelho, causando danos, mau funcionamento e até mesmo fazendo com que o celular deixe de funcionar. A oxidação não é um reparo que você possa fazer em casa, uma vez oxidada a placa interna, por exemplo, o conserto poderá ser realizado apenas em uma loja especializada ou assistência técnica. 

Outro dano decorrente do contato do aparelho com a água são pequenas manchas no display, o que pode ser facilmente resolvido por um profissional especializado. Existem seguradoras no mercado que protegem seu smartphone contra derramamento de líquidos, e a Kakau Seguros é uma delas.

Neste artigo, explicamos o que fazer quando o celular cai na água e por que tomar essas medidas na hora certa é importante para salvar o seu aparelho. 

Gostou deste conteúdo? Então curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outras dicas da Kakau Seguros!