Ao planejar uma viagem para fora do país, é bastante comum ter preocupações relacionadas à documentação, à bagagem e ao câmbio da moeda local. Mas você já se perguntou como fica o uso e a proteção do celular no exterior?

Atualmente, os smartphones se tornaram fundamentais para a comunicação, além de permitir o uso de diversos aplicativos, como internet banking, câmeras para foto e filmagem etc. Contudo, é importante compreender como ter segurança ao utilizá-lo fora do Brasil.

Pensando nisso, separamos 4 dicas fundamentais sobre o assunto. Continue a leitura e saiba mais!

1. Habilite o uso do celular no exterior

Um dos cuidados fundamentais para usar o celular sem problemas fora do país é habilitá-lo. Como as coberturas são diferentes, você vai se deparar com o aparelho sem sinal quando chegar ao exterior. No entanto, isso não é motivo para se preocupar: existem várias alternativas para utilizá-lo normalmente.

A primeira é a habilitação do roaming internacional com a própria operadora, que traz custos para a utilização fora do Brasil. Outra opção é comprar um chip pré-pago internacional e utilizar um novo número. No entanto, alguns países têm regras bastante rígidas sobre a venda de linhas, o que pode dificultar a aquisição.

Se você deseja usar a internet, o Wi-Fi funciona normalmente, basta encontrar uma rede pública ou conseguir a senha de acesso para aproveitar o serviço. Um cuidado importante ao optar pela compra de um chip ou pelo uso das conexões locais é sempre desligar o roaming para evitar custos desnecessários.

2. Use protetores de qualidade

Os acessórios são fundamentais para a proteção do celular em qualquer situação. Compre uma capa para proteger de danos em caso de batidas ou quedas, além de instalar uma película para evitar arranhões e rachaduras na tela.

Aqui, é fundamental buscar produtos de qualidade. Apesar do custo adicional, eles aumentam a proteção e reduzem os riscos de que o seu celular seja danificado ou se torne inutilizável, fazendo com que você fique sem o aparelho durante a viagem.

Considere, ainda, o destino e o objetivo da viagem. Se for visitar lugares com praias, piscinas e outras opções de atividades que possam molhar o celular, invista em uma capa à prova d'água.

3. Proteja os dados

A proteção de dados é fundamental para evitar o acesso indevido por terceiros e prejuízos em caso de roubo, furto ou danos. É bastante comum que os registros da viagem fiquem salvos no aparelho, aumentando os prejuízos em caso de sinistro.

Sendo assim, conte com um software de proteção de dados ou antivírus e faça backups regularmente. Normalmente, as configurações do smartphone contam com opções para determinar a frequência em que isso será feito de forma automática, garantindo a atualização de fotos, contatos e outras informações importantes.

4. Tenha um seguro para celular

Contratar um seguro é uma das principais dicas para proteger o celular. Você encontra opções que garantem suporte em caso de roubo ou furto qualificado, em caso de quedas e danos acidentais ou, ainda, a cobertura completa, que engloba as duas situações.

Caso as medidas de segurança não sejam suficientes para prevenir o sinistro, você receberá a indenização contratada e reduzirá os prejuízos sofridos. Dessa forma, fica bem mais fácil aproveitar a viagem com tranquilidade enquanto utiliza o seu smartphone.

Seguindo essas dicas para usar e proteger o seu celular no exterior, certamente você conseguirá usufruir de todos os serviços e garantir a segurança necessária para aproveitar as ferramentas do seu aparelho durante a viagem.

E aí, gostou dessas dicas? Para receber outros conteúdos como este, assine nossa newsletter e acompanhe as atualizações do blog!