Atualmente, a tecnologia avança rápido. No caso dos aparelhos celulares, a modernização da câmera, do processador, da bateria e da tela de smartphone é um quesito que chama atenção dos consumidores, que estão sempre atentos para as novidades.

Contudo, tamanha inovação também gera dúvidas sobre qual é a melhor opção disponível. Por exemplo: devo comprar um celular com uma tela de resolução HD, Full HD, HQD ou de Retina? Qual delas suprirá a minha necessidade? Quer saber essas respostas? Acompanhe o nosso post!

Resolução HD

A sigla HD significa High Definition (Alta Definição) e esse tipo de resolução é constituída de 1280 colunas por 720 linhas de pixels. A resolução HD foi um dos primeiros passos para que os smartphones pudessem aumentar de tamanho, sem sofrer perda na qualidade da imagem.

Atualmente, as telas em HD estão presentes em smartphones intermediários e de entrada, oferecendo uma boa qualidade de visualização e um bom custo-benefício.

Resolução Full HD

Se o HD já era bom, o Full HD veio para deixar tudo melhor ainda. Com 1920 colunas por 1080 linhas de pixel, essa resolução reproduz imagens e vídeos com uma qualidade superior. O Full HD ganhou notoriedade primeiramente em televisores, migrando posteriormente para os aparelhos celulares e inovando na possibilidade de reprodução de arquivos na qualidade Blu-Ray.

A resolução Full HD está disponível em aparelhos intermediários e top de linha, oferecendo uma qualidade bem mais satisfatória que o HD, porém, com um custo mais elevado.

Tela de Retina

A tela de retina não passa de um nome adotado pela Apple para classificar seus aparelhos que têm uma alta densidade de pixels. A empresa não especifica uma padronização exata da resolução da tela, mas certifica que todos os aparelhos fabricados com essa tecnologia tem uma densidade de pixels tão alta que o olho humano não é capaz de diferenciá-los.

Resolução QHD

O QHD ou Quad HD é constituído de 2560 colunas por 1440 linhas de pixels e tem quatro vezes a definição da resolução HD. Apesar de estar se tornando comum em aparelhos top de linha, há controvérsias sobre a necessidade de se colocar uma resolução tão alta em uma tela de smartphone.

Já é de conhecimento dos fabricantes e de alguns consumidores que as resoluções acima do Full HD (1920x1080) não têm uma eficácia muito elevada nos pequenos displays de celulares. Pelo simples fato de que um ser humano com perfeitas condições óticas não consegue visualizar a diferenciação de pixels a olho nu.

Desse modo, um smartphone com a resolução QHD tecnicamente tem uma qualidade de imagem melhor, mas que pode se tornar irrelevante e ainda aumentar o consumo de bateria do aparelho. Mesmo assim, diversos fabricantes, como Samsung, Motorola e LG estão apostando nessa tecnologia.

Portanto, o avanço tecnológico que busca maiores resoluções para tela de smartphones deve sofrer uma estagnação. Afinal, pode ser incoerente continuar buscando tecnologias que vão além da capacidade humana que, muitas vezes, não consegue definir a diferença entre HD e Full HD. 

Curtiu este post? Nosso blog tem muito mais! Que tal saber quais são os modelos de celulares considerados mais seguros? Confira!