Você já se perguntou como funciona a indenização do seguro para celular? Com todas as funções que os smartphones oferecem atualmente, eles se tornaram essenciais. Desse modo, é fundamental ter formas de se proteger diante de problemas com o aparelho para evitar prejuízos.

Porém, é importante entender quais são as regras do seguro para poder receber a indenização contratada de acordo com a cobertura. Assim, caso aconteça algum imprevisto, você já conhece os procedimentos e agiliza a solução do problema.

Para ajudar, preparamos este post esclarecendo as principais dúvidas sobre o assunto. Confira!

Como pedir a indenização do seguro para celular?

O primeiro passo é verificar as coberturas que foram contratadas; a indenização só será paga se o problema for causado pelos itens especificados na cobertura. Nos seguros para celular é possível encontrar três modalidades:

  • seguro contra roubo ou furto qualificado;
  • seguro contra quebra acidental;
  • seguro completo, que inclui as duas coberturas anteriores.

Para solicitar a indenização por causa de um sinistro, você deve comunicar a seguradora sobre a ocorrência e enviar os documentos que comprovem o fato, além dos outros que estejam indicados na apólice.

Em caso de danos acidentais, é fundamental ter a nota fiscal do aparelho. Nos roubos ou furtos qualificados, além desse documento, também é preciso fazer o Boletim de Ocorrência (B.O.) relatando o fato e apresentá-lo para a seguradora.

Com o objetivo de evitar fraudes, a empresa poderá solicitar documentos adicionais para verificar a ocorrência e avaliar se os requisitos para receber a cobertura foram cumpridos. O quanto antes eles forem enviados, mais rapidamente a indenização será liberada; então fique de olho nas exigências da seguradora.

O que o cliente recebe em cada situação?

Em caso de roubo ou furto qualificado, o cliente receberá um novo aparelho. Aqui, é importante saber que o contrato pode limitar a indenização a ser paga, conforme cada modelo.

Para os casos de quebra acidental, a seguradora indica a assistência técnica para onde o aparelho deve ser encaminhado. Lá, os danos serão avaliados para conferir se o seguro cobrirá os prejuízos, além de indicar se é possível fazer os reparos e apresentar o orçamento.

Cumpridos os requisitos para receber a indenização, a seguradora arca com os custos do conserto ou, se ele não for possível, com a substituição do aparelho. Vale lembrar que, para receber a indenização, será necessário pagar a franquia estipulada na apólice.

Como funciona a franquia do seguro para celular?

franquia é um valor que você paga para a seguradora quando vai usar o seguro. Ela pode ter um valor fixo ou ser calculada sobre uma porcentagem do preço do aparelho ou do orçamento para o conserto; isso dependerá das regras estipuladas no contrato.

Outro ponto importante é que a cobrança da franquia costuma ser feita antes ou junto com o pagamento da indenização. Portanto, ao acionar a seguradora, planeje-se também para essa despesa. De qualquer modo, o valor custeado pelo segurado é bem menor do que o custo dos reparos ou do próprio aparelho, fazendo com que esse seja um ótimo investimento para proteger o seu smartphone.

Pronto! Agora você já sabe como funciona a indenização do seguro para celular e quais os procedimentos para usar a cobertura contratada. Mas lembre-se de que algumas regras podem variar de acordo com o contrato; portanto, sempre leia esse documento com atenção.

Então, gostou deste post? Não se esqueça de compartilhar nas suas redes sociais para informar os seus amigos sobre o assunto!