De acordo com um levantamento realizado pelo Instituto de Segurança Pública do Rio, em agosto de 2017, pelo menos um celular é roubado a cada 18 minutos apenas no estado do Rio de Janeiro. Isso não é diferente no restante do país. Dado o contexto, o número de pessoas que busca assistência para celular por meio da contratação de um seguro cresce a cada dia.

O primeiro passo antes de contratar um seguro desse tipo é averiguar atentamente todas as condições do seguro, cláusulas e coberturas do serviço antes de assinar o contrato, para verificar se atendem ao seu perfil.

Além disso, é imprescindível analisar os limites de cobertura e suas obrigações como segurado. Falaremos mais sobre o assunto no decorrer deste conteúdo. Acompanhe a leitura do artigo para saber mais!

O que deve ser levado em consideração na hora de contratar um seguro para celular?

Uma das informações mais importantes que você precisa saber é que a maioria das seguradoras não cobre aparelhos adquiridos há mais de um ano.

Além disso, furtos simples também não são cobertos. Ou seja, em casos em que não há ameaça de violência à vítima. É muito importante verificar as regras da companhia antes de contratar o serviço.

Outro ponto a ser considerado é que, para usufruir dos serviços de seguro e assistência para celular, é preciso pagar uma franquia. A franquia é um custo necessário para liberar a indenização ou reparo do aparelho. Em geral, costuma representar de 15% a 20% do valor total do smartphone.

Quais são os benefícios desse tipo de serviço?

Primeiramente, podemos afirmar que existem muitos casos que o seguro das fabricantes dos celulares não cobre, como o derramamento de líquidos sobre o aparelho, enquanto a cobertura de seguro para celular oferece total suporte.

Outra grande vantagem é a possibilidade de obter um novo smartphone, caso você seja vítima de um roubo, por exemplo. Para moradores de grandes cidades, como as capitais brasileiras, pode ser altamente vantajoso contratar esse tipo de seguro, já que é comum conviver com uma rotina perigosa de roubos e furtos.

Quais os tipos de cobertura existentes?

É muito importante saber que existem diferentes tipos de cobertura em serviços de seguro e assistência para dispositivos móveis. Entre eles, podemos citar:

  • cobertura básica — cobre danos causados por acidentes, incêndios, roubo qualificado, furto e tentativa de roubo;
  • cobertura intermediária — oferece proteção completa ao aparelho. Ou seja, não apenas em casos de roubos ou furtos, mas também em queimas causadas por quedas de energia e descargas elétricas;
  • cobertura total — além de cobrir o aparelho, cobre também seus acessórios, como fones de ouvido, carregadores etc.
Como o seguro pode ser contratado?

Antes de mais nada, o valor da contratação do seguro pode variar conforme o modelo do aparelho e o tempo de uso, porém, hoje em dia é possível adquirir esse tipo de serviço a preços bastante acessíveis.

O primeiro passo para contratar um seguro para smartphones é entrar em contato com uma seguradora de confiança para que um plano mais adequado ao seu perfil seja sugerido.

Feito isso, a empresa solicitará seus documentos pessoais e os que comprovam sua posse sobre o celular. Então basta realizar o pagamento para adquirir o plano e pronto! Seu dispositivo móvel estará protegido.

Como você pôde conferir, um serviço de seguro e assistência para celular é indispensável nos dias atuais, em que os índices de criminalidade são cada vez mais altos. Além disso, esse tipo de serviço cobre problemas usuais como quedas, queimas e outros causados acidentalmente.

Ainda existe alguma questão que você não entendeu sobre como contratar um seguro para celular? Quer saber mais sobre como podemos ajudar? Então entre em contato com a gente para descobrir!